LETRAS: LINGUAGENS E REPRESENTAÇÕES


Apresentação

  • Introdução
  • Objetivos e Metas
  • Panorama Geral
  • Recursos e Infraestrutura

Um programa de pós-graduação no qual seja possível abordar objetos de pesquisa de forma não excludente constitui alternativa aos programas tradicionais, que dão ênfase, sobremodo, aos bens simbólicos previamente legitimados pela Academia. No contexto pós-industrial, trata-se de uma perspectiva que, longe de desmerecer os enfoques do passado, só faz ampliá-los para solicitar atenção redobrada ao diálogo entre saberes e campos do conhecimento.

Coerente a tais diretrizes, o Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagens e Representações, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), instituído conforme Ofício CAPES/CTC/CCA nº 567-13/2007 e Resolução CONSU nº 08/2007, então já acenava com a possibilidade de responder a demandas pelo empoderamento de grande parcela da sociedade brasileira. Necessário sublinhar que as culturas indígenas e afrodescendentes, as mulheres, LGBTTQIs e demais representantes da diversidade sexual e de gênero, muitas vezes não obtiveram consideração nos registros históricos do país e no seu cânone literário, nem na disseminação da Cidadania e dos Direitos Humanos. As possibilidades de reversão dessa lógica orientam a formação discente e docente do Programa, desde o efetivo início das suas atividades em 2008.

A área geográfica de atuação do PPGLLR e, pois, da UESC, abrange predominantemente a região litoral sul da Bahia, localizada nas microrregiões de Ilhéus/Itabuna, Valença e Eunápolis/Porto Seguro, onde vive uma população de quase 2 milhões de habitantes. O Departamento de Letras e Artes (DLA) da universidade diploma em média 98 estudantes por ano, do curso de graduação em Letras e dos bacharelados em: Comunicação Social, com habilitação em Rádio e TV; Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais (LEA). Caso o Programa não tivesse sido implementado, a maioria só teria possibilidade de dar continuidade aos estudos migrando para Salvador ou para outras cidades do interior.

O PPGLLR conquistou a nota 3 na Avaliação Trienal CAPES de 2007/2009 e 4 na de 2010-2012, conceito mantido na Avaliação Quadrienal de 2013/2016, tendo reconhecido o seu empenho para consolidar o Mestrado em Letras num espaço social que, além de muito necessitá-lo, demonstrou-se apto a viabilizá-lo eficientemente. Recomendada em 2018 pela área de Linguística de Literatura da CAPES, a implementação do curso de Doutorado vem coroar os esforços deste Programa, que já formou 146 mestras e mestres, destacando-se pelas constantes participações discentes e docentes em eventos nacionais e internacionais, bem como por considerável aumento da publicação qualificada e dos projetos de pesquisa e extensão que, coordenados por seus professores e suas professoras, se voltam prioritariamente ao aprimoramento de recursos humanos na área de Linguagens da educação básica e na graduação em Letras e em áreas afins.




OBJETIVOS

O principal objetivo do Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagens e Representações consiste na formação crítica, a partir do estudo da linguagem e suas múltiplas representações, com ênfase em abordagens teórico-metodológicas que privilegiem produções artísticas, culturais, literárias, linguísticas e midiáticas, visando à prática educadora reflexiva e à inclusão social. Sem perder de vista os bens simbólicos tomados como mais representativos da literatura e da cultura, nem a diversidade das tradições, utilizações e práticas sociais linguísticas em variados espaços e tempos, privilegiamos: o domínio reflexivo sobre variadas representações; o estudo da língua/linguagem em processo interacional, voltado à pesquisa, ao processo ensino-aprendizagem e à produção/ recepção dos discursos.

São nossos objetivos específicos: 1) congregar diversas áreas do conhecimento da IES, no âmbito da área de Linguagens e Representações, de modo a permitir o intercâmbio de experiências e a construção de um conhecimento que incorpore e integre múltiplas perspectivas; 2) viabilizar a congregação de profissionais que possam atuar na formação de recursos humanos destinados à docência em cursos de Letras, em outros cursos de especialização na mesma área e em áreas afins; 3) melhorar a qualidade dos cursos de graduação em Letras e em áreas afins, não só mediante a titulação formal de docentes que atuam em tais cursos/áreas, mas, principalmente, pela introdução de uma perspectiva de abordagem mais integradora do processo de representação, envolvendo os estudos literários e os linguísticos; 4) aperfeiçoar recursos humanos, considerando que a capacitação na relação Linguagens e Representações se constitui uma inovação; 5) desenvolver ações junto às comunidades da região, através dos projetos de pesquisa e dos conteúdos disciplinares, que possibilitem o acesso e a valorização de seu capital cultural, enquanto dado identitário.

METAS

A partir de constante processo de autoavaliação, fixamos como metas gerais prioritárias, no Quadriênio 2016/2020, ampliar o alcance do PPGLLR, implementar curso de Doutorado em seu âmbito e obter o conceito 5 na Avaliação Quadrienal CAPES. Para tanto, atentamos especialmente à formação de educadores que se habilitem ao comprometimento com a inserção social e a qualidade do trabalho científico e técnico, tanto discente quanto docente. Com esse propósito em mente, reiteramos o cuidado com a distribuição equilibrada do trabalho docente, sobretudo, no que diz respeito às orientações. Além disso, procuramos manter de forma qualificada as parcerias interinstitucionais já estabelecidas e aprimorar as ações de internacionalização.

Dentre os propósitos estabelecidos no Quadriênio CAPES anterior, ao qual demos prosseguimento, salientam-se as medidas destinadas a promover transparência, que consistem em disponibilizar em atualização contínua, nesta página eletrônica, os critérios de seleção discente e de credenciamento, descredenciamento e recredenciamento de docentes; a oferta de disciplinas, o perfil de ex-discentes, informações acerca das atividades e projetos de pesquisa, das publicações realizadas, da documentação e das normas vigentes, dos eventos promovidos e demais notícias de interesse público. Como outra meta de comprovada eficácia, destaca-se o Seminário de Acompanhamento Interno, realizado anualmente, que considera os resultados das avaliações recebidas, fixa planos de ação e discute/efetua possíveis descredenciamentos e recredenciamentos de professores.


  

 


ÁREA DE CONCENTRAÇÃO E LINHAS DE PESQUISA
Conforme alteração do seu Regimento, aprovada pela Resolução CONSEPE nº 53/2018, o Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagens e Representações da UESC organiza-se em torno de uma área de concentração – Estudos da Linguagem – e três linhas de pesquisa. A primeira – (Linha A) Literatura e Interfaces baliza-se pela interdisciplinaridade, suas pesquisas privilegiam produções literárias e representações em zonas de diálogo com a história, a memória e as relações étnico-raciais, transitando por perspectivas teórico-críticas que problematizam saberes/poderes hegemônicos. A segunda linha de pesquisa – (Linha B) Linguística Aplicada – volta-se prioritariamente a abordagens teórico-metodológicas características da Linguística Aplicada, a partir das quais, apresenta desdobramentos retomados em tópicos como: ensino/aprendizagem de línguas (Materna e Estrangeira); formação de professores de línguas; letramentos; linguagem e identidade; tradução. A terceira linha – (Linha C) Linguagem e Estudos de Gênero – assinala-se pelo estudo de práticas discursivas e linguagens, especialmente, literária e audiovisual, destacando a diversidade e/ou dissidências de sexos, orientações sexuais e identidades de gênero, assim como políticas do corpo que transpassam o processo de assujeitamento (ou as formas de subjetivação contemporâneas) e as práticas de dominação/resistência.

DISCIPLINAS: Comprometido com o fortalecimento das linhas de pesquisa e com a preparação à docência, na educação básica e superior, o PPGLLR estrutura seu currículo com três disciplinas obrigatórias do Domínio Comum – Linguagens e Representações, Métodos e Práticas de Pesquisa I; Métodos e Práticas de Pesquisa I e II – frequentadas por discentes das três linhas de pesquisa. A primeira disciplina é também compartilhada entre docentes das linhas A, B e C, de modo a operar como concretização efetiva da interdisciplinaridade proposta pelo Programa. Outras 21 disciplinas do Domínio Específico se distribuem entre as três linhas de pesquisa. A base curricular se completa com as seguintes atividades: a) Pesquisa Orientada; b) Estágio de Docência I (obrigatório para bolsistas de Mestrado e Doutorado); c) Estágio de Docência II (obrigatório para bolsistas de Doutorado); d) Seminário Interdisciplinar de Pesquisa; e) Exame de Qualificação; f) Trabalho Final de Curso (Dissertação para mestrado e tese para Doutorado).

CORPO DOCENTE
O quadro do PPGLLR é formado por 14 docentes permanentes e 4 colaboradores, com formação em reconhecidas instituições nacionais e estrangeiras que, assim, revelam positiva diversidade, igualmente verificada em relação às áreas de conhecimento nas quais se inserem, fortalecendo a proposta interdisciplinar do Programa e dos seus núcleos temáticos. Em sua totalidade, o corpo permanente coordena projetos de investigação científica e integra grupos de pesquisa registrados no DGP/CNPq, sendo que 12 os lideram. Ampla fração participa de associações de estudo e pesquisa, câmaras setoriais, colegiados superiores, conselhos editoriais de revistas nacionais e estrangeiras, órgãos de fomento; também atua como parecerista de periódicos, em comissões examinadoras de teses, dissertações e qualificações de outros programas de pós-graduação, assim como em bancas de concurso para docência e promoção de carreira em outras IES.

SELEÇÃO DISCENTE
O processo de seleção é anual e definido por edital específico, elaborado por Comissão Especial de Seleção, eleita em reunião aberta, com participação de todo o corpo docente e da representação discente. Cada edital das seleções realizadas, desde a implementação do PPGLLR, consta nesta página eletrônica. Em termos gerais, os editais definem os critérios para seleção, apresentam o público-alvo, a documentação exigida, temáticas orientadoras para elaboração do texto expositivo e número de vagas por docente, dispondo sobre as inscrições, o processo seletivo e outras observações.

PERFIL DE EX-DISCENTES

O PPGLLR habilita ao diálogo entre Linguística, Literatura e áreas afins, esperando que a formação em seu âmbito leve ao compromisso de defender princípios democráticos fundamentais à construção de uma sociedade liberta da exclusão social. O Programa busca formar profissionais capazes de melhorarem a qualidade do ensino básico na área de Linguagens, assim como dos cursos de graduação em Letras e áreas afins, principalmente, através de perspectivas de abordagem mais integradoras do processo de representação, envolvendo estudos culturais, linguísticos e literários de forma articulada, o que consiste em inovação (Vide link Egressas/os nesta homepage).

INTERCÂMBIOS, PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO E FORMAÇÃO DISCENTE
Ressaltamos o contínuo intercâmbio com demais programas de pós-graduação e com outros cursos de graduação da UESC ou demais instituições. Atividades desenvolvidas pelos cinco Programas de Extensão de Ação Continuada coordenados por docentes do PPGLLR –Circuito Interno de TV, Centro de Estudos Portugueses Hélio Simões, Dinamizando o Ensino da Língua Inglesa, PROEDA e Revisões do Cânone – envolvem professores de diferentes IES, além de se abrirem a educadores das redes pública e privada de ensino e à comunidade de abrangência da universidade. O primeiro busca a criação de espaços midiáticos alternativos no âmbito da instituição e os seguintes voltam-se à formação de recursos humanos no ensino básico, procurando aprimorar o ensino de línguas estrangeiras, da língua portuguesa e de suas respectivas culturas e literaturas. Ademais, o conjunto dos nossos projetos de pesquisa resulta em número significativo de publicações e trabalhos técnicos, de considerável avaliação pelos órgãos competentes. Informações sobre eventos organizados pelo Programa constam nesta homepage, no link Agenda/Eventos, sendo os principais: 1) "Linguagens e Representações em Debate"; 2) Jornada de Literatura, História e (Auto)Biografia; 3) "SEDIAR – Seminário Internacional de Estudos sobre Discurso e Argumentação".

PARCERIAS INTERINSTITUCIONAIS E INSERÇÃO SOCIAL: Formalmente, o PPGLLR mantém convênio com a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI-FW) e Acordo de Cooperação Internacional com a Università Ca'Foscari de Veneza (UNIVE) e com a Universidad de Concepción, Chile (UDEC) cujas ações de bilateralidade e reciprocidade estão especificadas nesta página, em links específicos. Docentes do Programa produzem material didático e contribuem com os cursos de graduação em Letras, modalidade Educação à Distância (EAD) e da Plataforma Paulo Freire (PARFOR) da UESC. Uma parte do corpo docente auxilia a nuclear a pós-graduação em outros lugares e na própria universidade, nesse caso, cooperando com o Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS). Discentes e docentes do Programa participam de vários eventos nacionais e internacionais de referência, e de grupos interinstitucionais de pesquisa, alguns deles, com participação internacional e/ou de professores da educação básica.

QUALIFICAÇÃO DOCENTE
11 professores do PPGLLR realizaram estágio de pós-doutorado, sendo oito em instituições nacionais e três no exterior, totalizando 61,11% do corpo docente. Novo Plano de Capacitação Docente do Programa, aprovado na 44ª reunião ordinária do seu Colegiado, realizada em 16 de novembro de 2016, atualizado em 18 de fevereiro de 2018, e disponível nesta página eletrônica, prevê a realização de mais oito pós-doutoramentos no exterior até 2020, sendo que 2 deles já estão em desenvolvimento na Universidad de Buenos Aires durante o ano de 2018.

PUBLICAÇÕES
Docentes e discentes do PPGLLR organizam diversas publicações ou delas participam, em progressão crescente, como autores e/ou co-autores, conforme relacionado em link específico nesta homepage. O Programa mantém dois periódicos: A) Litterata: Revista do Centro de Estudos Portugueses Hélio Simões; B)Eid&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação.

PONTOS FORTES
O PPGLLR destaca-se pela efetiva dimensão interdisciplinar em que se assentam as suas bases, que tem enriquecido as discussões em classe e as atividades extraclasse. Ao entrecruzar saberes e perspectivas teórico-críticas das áreas afins ao campo dos estudos linguísticos e literários, demonstra organicidade, claro direcionamento intelectual, articulação entre teoria e prática docente. O comprometimento do corpo docente e discente com os eixos basilares e os objetivos do Programa fortalece o seu papel regional, considerando-se a grande demanda que tem marcado os processos de seleção ano a ano. Registramos ainda o perfil bastante satisfatório das pessoas já tituladas; a formação não endogênica do corpo docente que, em franca expansão, procede de variadas áreas, mas preferencialmente, de Letras e Linguística; a diversidade das produções científicas e técnicas; o incremento dos projetos de pesquisa e do número de ingressantes que provêm de outras instituições, demonstrando o alcance e a disseminação das propostas do Programa; o prazo médio das defesas de dissertações: 26,12 meses no Quadriênio 2013/2016; 25 meses no biênio 2017/2018. Outro fator a merecer destaque é a participação de docentes em atividades de inserção social, parceria e solidariedade interinstitucional, nucleação da pós-graduação e integração com a graduação.


1. FUNCIONAMENTO

1.1 Administração: O Colegiado do PPGLLR forma-se por docentes eleitas/os pelo corpo permanente e pela representação discente, para um mandato de 2 anos. O expediente diário e a estrutura pessoal do Programa constam na página eletrônica: http://www.uesc.br/cursos/pos_graduacao/mestrado/letras.
Informações sobre concessão e acompanhamento das bolsas, e processos de seleção semelhantes, encontram-se no link: http://www.uesc.br/cursos/pos_graduacao/mestrado/letras/index.php?item=conteudo_regulamento.php.

1.2 Espaço físico: Dispomos de 7 salas de aulas e 2 salas para estudos discentes no Pavilhão Max de Menezes da UESC, com equipamentos para projeção e rede wi-fi, além de 1 auditório com capacidade para 80 pessoas, também equipado. O Colegiado localiza-se no primeiro andar desse prédio, na Sala 2Db, dotada de estrutura confortável para funcionamento interno e atendimento ao público.

1.3 Integração: O pavilhão no qual o PPGLLR se localiza congrega os cursos de pós-graduação stricto sensu da UESC, que também providencia outras salas para aulas ou atividades extras e 3 auditórios: a) Auditório Central; b) Auditório Jorge Amado; c) Auditório da Torre Administrativa (http://www.uesc.br/auditorios).
Mantemos importante diálogo e eventuais parcerias de trabalho com os seguintes núcleos: a) Kàwé – Núcleo de Estudos Afro-Baianos Regionais da UESC (http://www.uesc.br/nucleos/kawe/index.php); b) NAU – Núcleo de Artes da UESC (http://www.uesc.br/nucleos/nau/index.php).

2. CORPO DOCENTE: Contamos com 18 docentes, sendo 14 permanentes e 4 colaboradores.

2.1 Formação diversificada: Nosso corpo docente procede de instituições e cursos diversos, mas com larga predominância da área de Letras e Linguística. As áreas de pós-graduação também são variadas e, assim, orbitam em torno da proposta interdisciplinar do Programa.

2.2 Aprimoramento, internacionalização e experiência: 11 docentes (61,11% do total) completaram pós-doutoramento, sendo 8 em instituições nacionais e 3 no exterior. Sete professores (38,89%) contam até 10 anos de doutorado e 11 (61,11%), entre 10 e 20 anos.

3. LABORATÓRIOS E OUTROS ESPAÇOS

3.1 Informática e Multimídia: O Departamento de Letras e Artes da UESC disponibiliza 1 laboratório de informática e 2 salas de multimeios. O curso de Letras utiliza 1 sala para docentes e 7 salas de aula no Pavilhão Adonias Filho, aparelhadas com Datashow e lousa de vidro. Além desses espaços, é possível reservar salas de multimeios e laboratórios de informática de qualquer outro departamento e/ou colegiado.

3.2 Recursos de informática
Bancas, reuniões e demais atividades, quando realizadas à distância, contam com a estrutura de videoconferência do NBCGIB – Núcleo de Biologia Computacional e Gestão de Informações Biotecnológicas (http://nbcgib.uesc.br/nbcgib).
Localizado nesse Núcleo, o sistema CACAU oferece suporte às necessidades de armazenamento e processamento de dados da pesquisa realizada na Universidade (http://nbcgib.uesc.br/cacau)
O Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) promove a inovação e protege as invenções geradas pela pesquisa universitária, visando integrá-la à comunidade e contribuir para o desenvolvimento cultural, tecnológico e social da região (http://nit.uesc.br/portal).

3.3 Programas de Extensão coordenados por docentes do PPGLLR:
a) O Circuito Interno de TV (TV UESC) opera como laboratório para discussão sobre novas possibilidades de experimentação de linguagens audiovisuais. A finalização dos vídeos produzidos é realizada em estúdio multiuso, 2 oficinas de vídeo e 5 laboratórios, pertencentes ao curso de Comunicação Social do DLA, e situados no Pavilhão Adonias Filho (http://www.uesc.br/cursos/graduacao/bacharelado/comunicacao/tvuesc/index.php).
Os seguintes programas de extensão ocupam salas equipadas com ar-condicionado e rede wifi também nesse prédio:
b) Centro de Estudos Portugueses Hélio Simões (CEPHS) (http://www.uesc.br/dla/cephs/index.php?item=conteudo_quemsomos.php); 
c) Dinamizando o Ensino de Língua Inglesa (https://sites.google.com/site/estesinversos/projeto-de-extensao); 
d) PROEDA: Programa de Divulgação dos Estudos sobre Discurso e Argumentação (http://www.uesc.br/cursos/graduacao/licenciatura/letras/proeda);
e) Programa de Extensão Revisões do Cânone (http://www.uesc.br/cursos/graduacao/licenciatura/letras/revisoesdocanone).

3.4 Funcionamento e desenvolvimento das pesquisas: Os grupos e projetos de pesquisa coordenados por docentes do PPGLLR usufruem das dependências do Centro de Tradução de Línguas Estrangeiras, distribuídas em 3 ambientes, com refrigeração, internet, laboratório de informática e acervo bibliográfico (http://www.uesc.br/cursos/graduacao/licenciatura/letras/index.php?item=conteudo_centrolab.php).
Por intermédio do Acordo de Cooperação Técnica CAPES/FAPESB, Chamada Pública nº 003/2014, aprovamos recursos de custeio, destinados a missões de estudo e pesquisa, no Brasil ou no exterior, e a missões de pesquisa e docência, bem como a eventos científicos, realizados no exterior.

4. BIBLIOTECA

A Biblioteca Central (BC) da UESC está instalada no Centro de Cultura Governador Paulo Souto; possibilita acesso remoto a informações e serviços através do endereço eletrônico <http://www.biblioteca.uesc.br>.
A BC atende às necessidades informacionais dos usuários e participa de variadas redes e serviços cooperativos, tais como: Biblioteca Nacional; Rede Antares; Rede Bibliodata, gerenciada pela Fundação Getúlio Vargas. Tem acesso a diversas bases de dados através do Portal de Periódicos da Capes e do Programa de Comutação Bibliográfica (COMUT), além de possuir uma Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (Rede Pergamum).

 

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
wmaster