Acesse o webmail

Notícias

Tamanho da letra: A- A+

Pesquisadores descrevem a detecção de genoma do SARS-CoV-2 com 100% de confiança

06/05/2020 - Assinado pela ASCOM

O professor e pesquisador Eric Aguiar, do Departamento de Ciência Biológica e do Centro de Biotecnologia e Genética, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) junto com pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desenvolveu um pipeline de Bioinformática otimizado para análise de dados de sequenciamento de nova geração de RNAs derivados de amostras de pacientes, especificamente, infectados com o novo coronavírus.

Os pesquisadores descrevem a detecção de um genoma de SARS-CoV-2 através do sequenciamento de nova geração utilizando a estratégia de metatranscriptoma (ciência que estuda a expressão gênica de micróbios em ambientes naturais) diretamente do swab nasofaríngeo de um caso suspeito de transmissão local de COVID-19, no Brasil. A depleção do RNA ribossômico humano e o uso de uma estratégia de bioinformática desenvolvida otimizada internamente contribuíram para a detecção bem-sucedida do vírus.

“Através do sequenciamento direto do material genético extraído de amostras de swab nasal de paciente, nós pré-processamos e utilizamos de estratégias computacionais otimizadas para reconstrução de todas as sequências virais presentes na amostra. Adicionalmente, também conseguimos identificar sequências derivadas do material genético de qualquer outro organismo presente na amostra,” relata o professor Aguiar

Segundo ele “a vantagem dessa estratégia é que permite, teoricamente, a identificação de qualquer organismo presente na amostra, não só o COVID-19. O emprego dessa metodologia é importante, pois permite não só o monitoramento do novo coronavirus, mas também de possíveis outros patógenos associados que podem influenciar nos sintomas e prognóstico do indivíduos infectados.”

O mais importante no estudo dos pesquisadores, de acordo com o professor Eric Aguiar é que “utilizando essa estratégia, nós sequenciamos e identificamos com 100% de confiança o COVID-19 em paciente de Feira de Santana, no que acreditamos ter sido o primeiro caso de transmissão comunitária do vírus na Bahia. O conjunto dos achados desse trabalho foram sumarizados em um artigo científico.”

O artigo já foi submetido para publicação e está no momento em revisão. Contudo, o conteúdo do manuscrito pode ser visualizado através do servidor "pré-print" da Scielo (https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/239).

 

O professor visitante Eric Roberto Guimarães Rocha Aguiar do Departamento de Ciências Biológicas, Centro de Biotecnologia e Genética, Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus-BA, Brasil, é Doutor em Bioinformatica e lidera o Laboratório de Bioinformática de Vírus (https://www.biovirlab.com/




            


 
Nenhuma notícia para este mês.
 
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
Núcleo Web