Centro de Estudos Portugueses Hélio Simões

Apresentação

O Centro de Estudos Portugueses foi criado em 16 de setembro de 1966, na antiga Faculdade de Filosofia de Itabuna (FAFI), durante a gestão administrativa do professor Manoel Simeão, catedrático da UFBA e professor emérito da Universidade de Lisboa. Em 1986, por decisão unânime dos professores do Departamento de Letras – surgido com integração da FAFI à Federação das Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna (FESPI) -, passou a se chamar Centro de Estudos Portugueses Hélio Simões (CEPHS), em homenagem a esse decano da Literatura Portuguesa  e grande incentivador da difusão, no meio baiano, das manifestações culturais portuguesas.

Durante todos esses anos, muitas ações foram realizadas no sentido de promover os conhecimentos luso-brasileiros. Além de servir de ponto  fundamental  de apoio pedagógico e bibliográfico para docentes de literaturas de língua portuguesa, organizaram-se, como atividades de extensão, feiras e lançamentos de livros, cursos, seminários, palestras, exposições, saraus literários, com a presença de reconhecidos/as pesquisadores/as em âmbito nacional e internacional das letras em língua portuguesa.

Em outubro de 1989, o CEPHS ampliou sua atuação, voltando-se para estudos relacionados às Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, configurando-se, desde então, em verdadeiro centro de estudos afro-luso-brasileiros. Essa iniciativa afirmou-se em 1992, com a realização do Seminário Internacional de Literatura Portuguesa e, posteriormente, com outras significativas atividades de extensão, ensino e pesquisa. Nesse sentido, os resultados da atuação desse Centro têm  sido divulgados em congressos no Brasil e no exterior, com consequentes publicações acadêmicas.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
wmaster