Convênios

A UESC possui convênios com instituições de 14 países, além de acordos com outras IES brasileiras com a finalidade de atuação internacional. Somos também afiliados a instituições nacionais, internacionais e supranacionais com o objetivo de promover a internacionalização de nossa universidade.

  • Engajamento internacional
  • Universidades e Institutos Engajados
  • Afiliações
  • Modelos e instruções

O mapa abaixo mostra os países que a UESC possui convênios/acordos de cooperação vigentes.

AMÉRICA DO SUL, AMÉRICA CENTRAL E CARIBE
País Instituição parceira Objeto do convênio

Brasil

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa 

Estabelece condições para transferência pela EMBRAPA e uso pela UESC dos materiais biológicos oriundos de (banco de germoplasma) (coleção) da EMBRAPA.

Brasil

Universidade Federal do Sul da Bahia

Estabelecer cooperação mútua e ampla, visando desenvolver ações em conjunto.

Brasil

Jabil do Brasil Indústria Eletrônica

Estabelecimento de um programa de ampla cooperação e intercâmbio científico e tecnológico, com base na Lei nº 8.248, de 30/12/1991 e suas alterações posteriores, regulamentada pelo decreto 5.906 de 26/09/2006 e suas alterações posteriores, abrangendo atividades de pesquisa, desenvolvimento, formação e treinamento de recursos humanos em ciências e tecnologia, absorção e transferência de tecnologias, prestação de serviços científicos e tecnológicos e a utilização de instalação de equipamentos.

Brasil

Universia Brasil S.A

Desenvolvimento de atividades conjuntas para a operacionalização de programas de estágios de estudantes que, obrigatório ou não, deverá estar de acordo com o projeto pedagógico do curso, entendido o ESTAGIO como ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo dos estagiários, nos termos da Lei nº 11.788/08. 

Brasil

Fundação Carlos Chagas - (São Paulo- SP)

A FCC e a UESC Concordam em promover a cooperação entre ambas as instituições para concretizar projetos de pesquisa e ações conjuntas no campo das Relações Étnico-raciais e da Promoção da Igualdade.

Brasil

Plantações  Michelin  da  Bahia LTDA

Realização do Projeto de Pesquisa intitulado “Restaurando o passado, reconstruindo o futuro: como parâmetros genéticos podem subsidiar a restauração florestal?”, na Reserva Biológica Michelin Bahia situada na na Região do Baixo Sul da Bahia - Brasil - a ser coordenado pela Professora Dra. Fernanda A. Gaiotto – DCB.

Brasil

IFMSA Brazil - International of Medical Students’ - SP

Regulamentar o Programa de Intercâmbio Internacional e Nacional promovido pela “International Federation of Medical Students Associations of Brazil” em parceria com a UESC visando oferecer intercâmbios médico-acadêmicos para alunos de medicina desta IES ou de alunos matriculados no curso de medicinas de outras instituições.

Brasil

Universidade Federal de Viçosa - mg

Promover a colaboração acadêmica, científica e cultura, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programas de pós-graduação, departamentos e grupos de pesquisa.

Brasil

Fundação Oswaldo  Cruz

Determinar possíveis marcadores moleculares preditores da gravidade da anemia falciforme em indivíduos da cidade de Salvador, permitindo o intercâmbio técnico-científico no desenvolvimento da pesquisa sobre o tema, em técnicas experimentais e análises estatísticas, além da produção de artigos científicos.

Brasil

Universidade Presbiteriana Mackenzie 

Cooperação e interação entre as duas instituições, em decorrência de programas acadêmicos, educacionais, científicos e culturais.

Brasil

Instituto Baleia Jubarte

Cooperação Técnica-Científica entre os convenentes, com vista ao estabelecimento de programa de intercâmbio na área de pesquisa e formação de recurso humanos, na área de Conservação, dentro do Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade. 

Brasil

Universidade Federal do Recôncavo Baiano

Cooperação Técnica, Cientifica e Cultural entre os convenentes, com vistas ao desenvolvimento de projetos e atividades voltadas para o treinamento de recursos humanos, desenvolvimento institucional e difusão de tecnologia.

Brasil

Forever Oceans Brasil eireli

Balizamento de regras de suporte mútuo e compartilhamento de informações entre as empresas; com propósito acadêmico e educacional por parte da UESC na implementação comercial e ambiental do projeto FOBR.

Brasil

Plantações  Michelin  da  Bahia  LTDA

Realização do Projeto de Pesquisa intitulado “Área de vida e padrões de locomoção da herpetofauna da Mata Atlântica do sul da Bahia” a ser coordenado pelo Professor Dr. Mirco Solé Kienle do Departamento de Ciências Biológicas da UESC. 

Brasil

Symbiosis Investimentos e Participações S.A

Realização do Projeto de Pesquisa intitulado “Em busca da herança escondida: como aliar conhecimento genético à produção florestal de árvores nativas?” (“Projeto”), visando a formação de recursos humano, ao nível de doutorado, para atuar em empresas florestais auxiliando no estabelecimento de estratégias eficientes para melhoria da qualidade da madeira de lei (seja forma, resistência à pragas, ou densidade), reduzindo, quando pertinente, o tempo de colheita. 

Brasil

Saúde de Medicina Serviços Médicos LTDA

Estabelecer a cooperação entre UESC e a Saúde de Medicina Serviços Médicos LTDA em projetos de pesquisa de docentes, pesquisadores e discentes de graduação e pós--graduação e propiciar atividades didáticas a serem desenvolvidos nas áreas gerenciadas pela empresa.

Brasil

Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos - INEMA

Viabilizar aos alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação oferecidos pela INSTITUIÇÃO DE ENSINO a oportunidade de realização de estágio junto à INSTITUIÇÃO CONCEDENTE, promovendo dessa forma, o estabelecimento e a manutenção de uma atividade de cooperação recíproca entre as partes convenentes.

Brasil

Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Cooperação técnica e científica  entre  os PARTÍCIPES para desenvolver o PROJETO WP@, doravante referido como PROJETO, a ser executado nos termos do Plano de Trabalho, anexo, visando a instalação e operação de equipamentos controlados remotamente para ensino e pesquisa.

Colômbia

Universidad Pedagogica Nacional

Colaboração acadêmica  científica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programa de pós-graduação, departamentos e grupos de pesquisa.


Costa Rica

Universidad Nacional de Costa Rica

Ambas as instituições concordam em promover a colaboração acadêmica, cientifica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programas de pós-graduação, departamentos e grupos de pesquisas.

Peru

Universidad de Piura

Cooperação acadêmica, científica e cultura

Peru Universidad Nacional Agraria La Molina (UNALM) Ambas as Instituições concordam em promover a colaboração acadêmica, científica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programas de pós-graduação, departamentos e grupos de pesquisa.

Uruguai

Universidad de la Republica de Uruguay

Ambas as instituições concordam em promover a colaboração acadêmica, cientifica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programas de pós-graduado, departamentos e grupos de pesquisa.

 

AMÉRICA DO NORTE
País Instituição parceira Objeto do convênio

Estados Unidos da América

University of Florida

Desenvolvimento de esforços cooperativos entre a Flórida e a UESC, o que aumentará o intercâmbio acadêmico e de pesquisa entre as duas instituições. Reconhecendo a importância da colaboração mútua e as contribuições para a sociedade feitas por instituições de ensino superior, as partes desejam promover o intercâmbio entre o corpo docente e os estudantes das duas instituições, bem como o intercâmbio acadêmico e de pesquisa.

Estados Unidos da América

Central Connecticut State University New Britain, Connecticut - CCSU

Ampliar as oportunidades acadêmicas e culturais disponíveis para estudantes das duas instituições.

Estados Unidos da América

University of Wisconsin Milwaukee Research Foundation

Forma de termo de transferência de material tipo ligante seletivo deuterado e não deuterado, bem como termo de confidencialidade, para uso deste material em pesquisa científica.

México Universidad Veracruzana Promover a colaboração acadêmica, científica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programas de pós-graduação, departamentos e grupos de pesquisa.

 

ÁFRICA
País Instituição parceira Objeto do convênio

Angola

Universidade Agostinho Neto

Cooperação acadêmica, científica e cultural.

Moçambique Universidade Zambeze Promover o interesse nas atividades de ensino e pesquisa em ambas as universidades.

 

ASIA
País Instituição parceira Objeto do convênio

Taiwan (República da China)

Universidade Nacional de Ciência e Tecnologia de Pingtung

Cooperação acadêmica nos campos das ciências ambientais, especificamente Ecologia e agrossilvicultura, por meio da coordenação e execução de pesquisa conjunta, transferência de tecnologia e intercambio de docentes/pes-quisadores e estudantes de pós-graduação (com reconhecimento mútuo dos respectivos cursos de pós-graduação) de cada instituição.

 

EUROPA
País Instituição parceira Objeto do convênio

Alemanha

Museu de Zoologia Alexander Koening

Promover a colaboração acadêmica, científica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes departamentos e grupos de pesquisa.

Bélgica

Centre for Research and Conservation -Royal Zoological Society of Antwerp

Cotutela

Espanha

Universidad Pablo Olavide

Ambas as instituições concordam em promover a colaboração acadêmica, cientifica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programas de pós-graduação, departamentos e grupos de pesquisas.

Espanha

Universidad de Oviedo

Facilitar e promover a colaboração entre a Universidade de Oviedo e a Universidade Estadual de santa Cruz - UESC, com o propósito de desenvolver, intercâmbio acadêmico de docentes e alunos e PAS (pessoal técnico e administrativo), projeto de pesquisa conjunta e outros.

Espanha

Universidad de Sevilla

Cooperação acadêmica, científica e cultural.

Espanha

Universidad de Vigo

Cooperação acadêmica, científica e cultural.

Espanha

Universidad de Zaragoza

Destina-se a facilitar a cooperação interuniversitária nos campos do ensino superior e da

Pesquisa.

Espanha Universidad de Extremadura Colaboração entre as partes em matéria de ensino, pesquisa, e difusão da cultura.

Espanha

Universidad de Las Palmas de Gran Canaria

Cooperação acadêmica, científica e cultural.

França

Universidade de la Rochelle

Cooperação acadêmica

França

L’Institut des Sciences et Industries du Vivant et de l”Environement - AgroParisTech

Estabelecer um Acordo de Cooperação Cientifica e Acadêmica, nas áreas das Ciências Ambientais, Agrárias, Econômicas e Sociais, cujas vantagens contribuirão ao aperfeiçoamento de docentes, discentes e corpo técnicos.

Hungria

Museu de História Natural Húngaro

Identificar e apresentar propostas conjuntas ou cooperativas às agências de financiamento para a realização de programas de pesquisa, desenvolvimento, educação e aprimoramento institucional.

Itália

Universidade de Turim

Estabelece a base para atividades didáticas e/ou científicas conjuntas no (s) seguinte (s) campo (s) disciplinar (es).

Itália

Universidade de Palermo

Ambas as instituições concordam em promover a colaboração acadêmica, cientifica e cultural, bem como fomentar a cooperação entre seus diferentes cursos de graduação, programas de pós-graduado, departamentos e grupos de pesquisa.

Portugal

Universidade do Porto

Estabelecer uma cooperação acadêmica, científica e cultural entre as duas Universidades, em todos os campos de comum interesse.

Portugal

Universidade de Coimbra

Cooperação acadêmica.

Portugal

Instituto Politécnico de Lisboa

Estabelecer os termos e condições em que as partes se comprometem a cooperar no desenvolvimento de atividades que visem prosseguir objetivos comuns, nomeadamente a mobilidade de estudantes entre instituições dos países de língua oficial portuguesa e Macau (RAEM, China) da AULP. As instituições de ensino superior referidas estabelecem um acordo interinstitucional e aceitam cooperar com a AULP na mobilidade de estudantes e equivalência de disciplinas. As partes comprometem-se a respeitar os princípios gerais da mobilidade, em particular o reconhecimento e acreditação das unidades curriculares realizadas pelos alunos entre as instituições parceiras.

 

OCEANIA
País Instituição parceira Objeto do convênio
- - -


A Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais – ABRUEM – foi criada por ocasião do XII Fórum de Reitores das Universidades Estaduais e Municipais Brasileiras, na cidade de Maringá, Paraná, em outubro de 1991. Veja mais aqui: http://www2.abruem.org.br/

A Associação Nacional de Línguas Estrangeiras Aplicadas – ANLEA é uma associação que defende os interesses dos alunos dos cursos de Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais ao redor do mundo. Trabalha pelo desenvolvimento, inserção profissional  e valorização da carreira em LEA, além de oferecer orientações e prospectar oportunidades a estes estudantes. https://anlea.org/

A ANUIES é uma associação não governamental, de natureza plural, que reúne as principais instituições de ensino superior do México, cujo denominador comum é a sua vontade de promover sua melhoria integral nas áreas de ensino, pesquisa e extensão da cultura. Veja mais aqui: http://www.anuies.mx/

Rede colombiana que reúne diversas universidades do país. Veja mais aqui: https://www.ascun.org.co/

Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP) é uma ONG internacional que promove a cooperação e troca de informação entre Universidades e Institutos Superiores. Somos mais de 130 membros dos oito países de língua oficial portuguesa - Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor - e Macau (RAEM). Tem como missão facilitar a comunicação entre os membros em prol do desenvolvimento coletivo do ensino e da língua portuguesa no mundo. Estimula a investigação e o intercâmbio de alunos e docentes. Propõe uma reflexão contínua através da divulgação diária de notícias e organização de conferências e eventos. Veja mais aqui: http://aulp.org/

Baseada na relação entre investigação e ensino, a Cátedra de Estudos Globais visa a compreensão dos processos e dinâmicas da globalização, enfatizando abordagens sobre o papel das diversidades locais, sociais e culturais, nomeadamente aquelas que são habitualmente esquecidas. Assim, a Cátedra dinamiza uma área de estudos emergente em Portugal e nos países de língua portuguesa, tendo como referência os "estudos globais" de acordo com as recomendações de instituições globais, nomeadamente a UNESCO. Veja mais aqui: http://ceg-global.org/#/

A CRUI é uma associação de universidades públicas e privadas italianas. Fundada em 1963 como uma associação privada dos reitores, ao longo do tempo adquiriu um papel e uma representação institucional reconhecidos e uma capacidade concreta de influenciar o desenvolvimento do sistema universitário através de estudo intensivo e experimentação. Veja mais aqui: https://www.crui.it/
A Associação Fórum da Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa (FORGES) pretende-se desenvolver e consolidar uma rede de forma a articular e fazendo comunicar os membros dos órgãos de gestão das diferentes instituições de ensino superior, técnicos, responsáveis da administração ligada ao sector e investigadores cujo objeto de estudo centrem nas políticas do ensino superior, principalmente, no espaço dos países e regiões de língua portuguesa.

A FAUBAI, Associação Brasileira de Educação Internacional, criada em 1988, reúne mais de 180 gestores ou responsáveis por assuntos internacionais e promove a integração e a capacitação dos gestores da área – por meio de seminários, workshops e reuniões regionais e nacionais -, além de divulgar a diversidade e as potencialidades das IES brasileiras junto às agências de fomento, representações diplomáticas, organismos e programas internacionais. Veja mais aqui: http://faubai.org.br/pt-br/

O Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB) é uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter acadêmico, científico e cultural, composta por 83 instituições brasileiras de Educação Superior, fundada em 29 de outubro de 2008, em Brasília, DF. Veja mais aqui: http://www.grupocoimbra.org.br/

Convênio firmado em 2011, a fim de envidar esforços para o fomento da cooperação e da mobilidade acadêmica entre as universidades do Brasil e da Alemanha no campo do Estudo, do ensino, da pesquisa e desenvolvimento, do aperfeiçoamento e da transferência de tecnologia e conhecimento. Veja mais aqui: https://www.hrk.de/home/

Convênio firmado em 2015, a fim de prover a UESC com notícias científicas e estudos, pesquisas e obras elaboradas no âmbito da IES, bem como fornecer acesso a informações de domínio público. Veja mais aqui: http://www.universia.com.br/

Os convênios com instituições internacionais são estabelecidos a partir da identificação de oportunidades de colaboração. Os procedimentos para propor um convênio encontram-se descritos no link: instruções para propor Convênio Internacional.

Os termos de um convênio devem conter uma estrutura padronizada com identificação das partes, objetivos, atividades, nome dos professores coordenadores do acordo e outros conteúdos, conforme modelos de convênio bilíngues abaixo. Conforme a política linguística da UESC, o convênio deve ser redigido em português e preferencialmente inglês, francês ou espanhol.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
Núcleo Web