Vestibular

Cursos Oferecidos

• Administração – Bacharelado

Objetivos: Possibilitar aos estudantes uma formação generalista, pautada em competências e habilidades, pessoais e profissionais, respaldada em valores éticos, de cidadania, tornando-os aptos a compreender as questões científicas, técnicas, sociais e econômicas da produção e de seu gerenciamento, tendo os pressupostos teóricos e práticos das Ciências da Administração como suporte para a atuação pessoal e profissional.

Assim, o objetivo principal da Administração é o desenvolvimento das habilidades técnica, humana e gerencial nos indivíduos. Em outros termos, o curso deve levá-los ao aprendizado e ao desenvolvimento da capacidade de pensar, de definir situações organizacionais complexas, diagnosticar e propor soluções para seus problemas. A meta principal é formar profissionais na área da Administração, preparando-os para o exercício de cargos e funções correlatas com responsabilidade social e comprometimento organizacional, consoante com a missão apresentada em seus aspectos de flexibilidade, adaptabilidade, justiça e ética profissional.

Áreas de atuação: Empresas privadas e públicas e empreendimentos próprios.
Duração: 8 semestres (matutino); 10 semestres (noturno)
Vagas: 20 (matutino); 20 (noturno)
Curso reconhecido pela Portaria MEC 923 de 14/09/1979, publicada no D. O. U. em 21/09/1979.

• Agronomia – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais com visão sistêmica da realidade social, agroecológica e econômica do setor agropecuário regional, a partir de conhecimentos técnico-científicos e reflexão crítica; priorizar a relevância social, a sustentabilidade ecológica e a viabilidade econômica no uso de tecnologias apropriadas à sua exploração racional.

Áreas de atuação: Construções rurais, irrigação e drenagem, pequenas barragens de terra, mecanização e implementos agrícolas, levantamento topográfico, fotointerpretação para fins agrícolas, manejo e exploração de cultura de cereais, olerícolas, frutíferas, ornamentais, oleaginosas estimulantes e forrageiras, produção de sementes e mudas, paisagismo, beneficiamento e armazenamento de produtos agrícolas, silvicultura, doenças e pragas das plantas cultivadas, avaliação da toxicidade e necessidade de aplicação de fungicidas e inseticidas, classificação e levantamento de solos, química e fertilidade dos solos, criação de animais domésticos, nutrição e alimentação animal, pastagem, melhoramento animal, economia e crédito rural, planejamento e administração de propriedades agrícolas, extensão rural e auditoria ambiental. Sua atuação profissional é exercida em propriedades agrícolas, repartições e empresas públicas e privadas, universidades e centros de pesquisas, comércio e indústria de insumos, cooperativas e centros de abastecimento.

Duração: 10 semestres
Vagas: 13 (diurno – 1º semestre); 12 (diurno – 2º semestre)
Curso reconhecido pelo Decreto Nº 8.245 de 07/05/2002, publicado no D. O. E. em 08/05/2002.

• Biomedicina – Bacharelado
 

Objetivos: Formar profissionais qualificados para atuar nas diversas áreas de competência do Biomédico.

Áreas de atuação: O Biomédico, de acordo com o currículo efetivamente realizado, poderá assumir chefias, prestar assessorias, realizar análises, assumir responsabilidade técnica e firmar laudos e pareceres em: Análises Clínicas, Anatomia Patológica, Citologia Oncótica, Análises Hematológicas, Análises Genéticas e Moleculares (DNA e outras), Análises de Bioderivados (soros, vacinas, produtos de engenharia genética, hemoderivados), Análises Bromatológicas, Análises Ambientais, bem como elaborar, executar e coordenar projetos de pesquisa básica ou aplicada na área de sua especialidade. Poderá ainda executar atividades vinculadas aos Procedimentos e Processamentos Hematológicos, bem como aos Processamentos e Produção de Bioderivados. Poderá também exercer a docência no ensino superior. O Bacharel em Biomédica poderá trabalhar em universidades, instituições de saúde, hospitais, laboratórios e indústrias biológicas e químicas.

Duração: 8 semestres
Vagas: 20 (diurno)
Curso reconhecido pelo Decreto Nº 10.349, de 22/05/2007, publicado no D. O. E. em 23/05/2007, consoante Parecer CEE Nº 133/2007.

• Ciência da Computação – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais capacitados a atuar no mercado de aplicações, realizar atividades de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e prosseguir estudos em cursos de pós-graduação. A formação fundamental ampla em computação é importante para garantir a sobrevivência profissional em uma área sujeita a transformações aceleradas.

Áreas de atuação: Dentre outras atividades, o Bacharel em Ciência da Computação: gerencia empresas ou equipes de desenvolvimento de sistemas; presta serviços de consultoria nas diversas subáreas de informática; acompanha, estuda e aplica novas tecnologias procurando assegurar a não obsolescência dos sistemas, a melhoria da qualidade e o aumento da produtividade, associados à redução dos custos operacionais; desempenha atividades acadêmicas de ensino e de pesquisa na área de informática; projeta, desenvolve e utiliza metodologia avançada de programação visando à gerência de Banco de Dados; projeta, desenvolve, analisa, ajusta e utiliza softwares de rede de computadores.

Duração: 8 semestres
Vagas: 15 (diurno – 1º semestre); 15 (diurno – 2º semestre)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 9.300 de 04/01/2005, publicado no D. O. E. em 05/01/2005, consoante Parecer CEE Nº 147/1998.

• Ciências Biológicas – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais para desenvolver atividades técnicas e de pesquisa na área de Ciências Biológicas.

Áreas de atuação: O Bacharel em Ciências Biológicas, de acordo com o currículo efetivamente realizado, poderá: atuar no desenvolvimento de sua atividade profissional, devendo pautar-se por princípios da ética, responsabilidade social e ambiental, dignidade, direito à vida, justiça, respeito mútuo, social, racial e de gênero; participar, de forma crítica e ativa, com respaldo em pressupostos epistemológicos com base na bibliografia de referência e legislação pertinente. Elaborar, executar e atuar em projeto de ensino, pesquisa e extensão ampliando o conhecimento nas diferentes áreas das Ciências Biológicas, comprometendo-se com a divulgação dos resultados e democratização do conhecimento. Atuar em prol da conservação da biodiversidade, associada ao desenvolvimento socioeconômico, ecologicamente sustentável, considerando as necessidades de desenvolvimento inerentes à espécie humana. Atuar multi e interdisciplinarmente, interagindo com diferentes especialidades e profissionais. Aplicar a metodologia científica para planejar, gerenciar e executar projetos, perícias e consultorias, assim como emitir laudos e pareceres em diferentes contextos.

Duração: 8 semestres
Vagas: 15 (diurno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 8.964 de 11/02/2004, publicado no D. O. E. em 12/02/2004, consoante Parecer CEE Nº 113/1998.

• Ciências Biológicas – Licenciatura

Objetivos: Formar profissionais para atuarem como professores de Ciências Biológicas no Ensino Fundamental, médio e superior, e também nas diversas áreas de competência do biólogo.

Áreas de atuação: O profissional do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas poderá atuar no Ensino Fundamental, médio e superior, na criação de recursos didáticos e na prestação de assessoria na área educacional, bem como elaborar e executar projetos de pesquisa científica básica e aplicada nos vários setores da Biologia e atuar a nível técnico, de acordo com o currículo efetivamente realizado. O licenciado poderá trabalhar nas escolas de Ensino Fundamental e médio e nas universidades públicas e privadas, bem como em outras instituições, empresas, laboratórios e indústrias de acordo com o currículo realizado.

Duração: 8 semestres
Vagas: 10 (diurno – 1º semestre); 15 (noturno – 2º semestre)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 7.530 de 18/02/1999, publicado no D. O. E. em 19/02/1999 consoante Parecer CEE Nº 113/1998.

• Ciências Contábeis – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais para executar corretamente o registro de atos e fatos administrativo-contábeis inerentes ao setor econômico e prover a região de mão-de-obra qualificada em condições de interferir positivamente no seu desenvolvimento; atuar no mercado de trabalho, desempenhando tarefas tais como de analista, consultor, auditor, perito, controlador e tantas outras específicas do bacharel em Ciências Contábeis.

Áreas de atuação: Instituições de pesquisa ou de planejamento econômico, escritórios, entidades com fins lucrativos, instituições financeiras, indústrias, comércio, organismos governamentais e de prestação de serviços.

Duração: 8 semestres
Vagas: 15 (noturno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 10.130, de 24/10/2006, publicado no D. O. E. em 25/10/2006, consoante Parecer CEE Nº 378/2006.

• Ciências Econômicas – Bacharelado

Objetivos: Contribuir para o cumprimento da missão institucional da UESC; ministrar um ensino de qualidade, de modo a proporcionar ao aluno condições de desempenhar a profissão em todo o território nacional; fornecer meios que contribuam para a construção de uma sociedade mais justa.

Áreas de atuação: O profissional liberal atua indistintamente nas iniciativas pública, privada e mista, em entidades que se ocupem de questões relacionadas à economia nacional e às economias regionais. “A atividade profissional privativa do economista é exercitada, liberalmente ou não, por estudos, pesquisas, análises, relatórios, pareceres, perícias, arbitragens, laudos, esquemas ou certificados sobre os assuntos compreendidos no seu campo profissional, inclusive por meio de planejamento, implantação, orientação, supervisão ou assistência dos trabalhos relativos às atividades econômicas ou financeiras, em empreendimentos públicos, privados ou mistos, ou por quaisquer outros meios que objetivem, técnica ou cientificamente, o aumento ou a conservação do rendimento econômico” (Decreto No 31.794, de 17/11/1952).

Duração: 8 semestres (matutino); 10 semestres (noturno)
Vagas: 13 (matutino – 1º semestre); 12 (matutino – 2º semestre); 13 (noturno – 1º semestre); 12 (noturno – 2º semestre)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 74.866 de 11/11/1974, publicado no D. O. U. em 12/11/1974.

• Ciências Sociais – Licenciatura

Objetivos: Formar licenciados em Ciências Sociais com base numa perspectiva humanística, habilitando-os a analisar criticamente a realidade e produzir conhecimentos para atuar sobre ela, e a desenvolver atividades na área acadêmica (pesquisas e docência para Ensino Médio e superior) e de planejamento, assessoria e consultoria para os setores público, privado e não-governamental como também, estimular o comprometimento com as realidades sociais, políticas e culturais nos âmbitos global e local.

Áreas de atuação: Tem como proposta possibilitar ao futuro licenciado uma boa formação pedagógica para o ensino de sociologia no Ensino Médio, sem deixar de formá-lo como um profissional de Ciências Sociais capaz de colocar-se de forma criativa e crítica diante de demandas e desafios da sociedade contemporânea.
O campo de atuação do licenciado em Ciências Sociais inclui atividades de docência e de pesquisa nas áreas de antropologia, sociologia e ciência política.
Na área de antropologia, o foco principal é o estudo dos fenômenos sociológicos. Tem como área de atuação o estudo das dinâmicas culturais das populações em diferentes contextos, de acordo com recortes teórico-metodológicos e/ou temáticos diversos, tais como: antropologia urbana, etnologia, antropologia da educação, antropologia da saúde, dentre outras.
Na área de ciência política, tem como foco e especializações as instituições (governo, legislativo, partidos, regras institucionais) e o comportamento político (eleições, opinião pública, movimentos políticos e sociais). Estuda também as idéias políticas (ideologia e cultura política), bem como as relações internacionais e a política comparada.
Na área de sociologia, o foco principal é o estudo das relações sociais na sociedade moderna e contemporânea.  O campo, como na Antropologia e Ciência Política, possui diversas especializações e técnicas de pesquisa e abordagens que requerem formação específica.

Duração: 8 semestres
Vagas: 20 (noturno)
Curso autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 58/08 de 27/08/2008, publicado no D. O. U. de 02/09/2008.

 

• Comunicação Social – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais capazes de diagnosticar, planejar e propor estratégias comunicacionais na área audiovisual, estimulando-os a atuar em pesquisas, teórica e aplicada; fortalecer os veículos de comunicação existentes na região e possibilitar condições para a criação e consolidação de novos veículos comunicacionais, no âmbito privado ou público.

Áreas de atuação: A universalização do vídeo enquanto suporte mais importante na área da produção de imagens, a emergência de tecnologias multimidiáticas e de computação gráfica, o surgimento e difusão da televisão de sinal aberto e das redes telemáticas como suporte digital para a Televisão e o Rádio exigem deste profissional uma grande flexibilidade quanto ao domínio dos diferentes suportes e possibilidades descortinadas. A área de comunicação, em suas diversas configurações (educacional, artística, institucional etc.), está hoje consolidada como campo profissional altamente promissor.

Duração: 8 semestres
Vagas: 13 (vespertino – 1º semestre); 12 (vespertino – 2º semestre)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 9.340 de 25/05/2005, publicado no D. O. E. em 25/05/2005.

• Direito – Bacharelado

Objetivos: Estudar o ordenamento positivo, dentro de uma concepção lógico-sistemática, em sintonia com a manifestação doutrinária e jurisprudencial; propiciar a formação técnico-jurídica e sócio-política dos estudantes, habilitando-os a militar como profissionais nos campos do direito público e privado; aprofundar estudos em quatro grandes áreas do conhecimento jurídico, antecipando e incentivando os estudos em nível de pós-graduação; proporcionar espaço para atividades de ensino, pesquisa e extensão de maneira interligada, de modo a suprir a necessidade de formação fundamental do bacharel em Direito; permitir a preparação do profissional com capacidade para analisar criticamente o sistema jurídico positivo, visando contribuir com as transformações sócio-políticas.

Áreas de atuação: Procuradoria do Estado e da Justiça, auditoria, assessoria a empresas, advocacia, Ministério Público, Magistratura.

Duração:
10 semestres
Vagas: 25 (matutino); 25 (noturno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 59.570 de 17/11/1966, publicado no D. O. U. em 24/11/1966.

• Educação Física – Licenciatura

Objetivos: O curso de Licenciatura em Educação Física oferecido pela Universidade Estadual de Santa Cruz pretende formar profissionais que sejam capazes de exercer, de maneira contextualizada, uma função educadora de maneira ampliada na Educação Básica e que tenha uma percepção crítica sobre o conteúdo produzido ao longo da sua formação. Espera-se também que seja capaz de identificar as necessidades regionais e universais, podendo refletir e decidir tanto de forma autônoma como coletiva sobre o que é significativo como referência social e cultural para que através de uma prática profissional interdisciplinar produza novos conhecimentos, considerando o ambiente de trabalho o espaço de todos, utilizando-o como um meio para suas ações, sem perder de vista a perspectiva da preservação e manutenção do mesmo.

Áreas de atuação: Espera-se formar profissionais que sejam capazes de exercer, de maneira contextualizada, uma função educadora de maneira ampliada, tanto na área escolar, Educação Básica e Educação Superior, quanto na área não escolar, clubes, academias, condomínios, associações desportivas, centros sociais urbanos, clínicas, treinamento personalizado entre outros e que tenham uma percepção crítica sobre o conteúdo produzido ao longo de sua formação.

Duração: 8semestres
Vagas: 20(diurno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 12.995 de 06/07/2011, publicado no D. O. E. em 07/07/2011.

• Enfermagem – Bacharelado

Objetivos: Possibilitar a construção do conhecimento de enfermagem a partir de um contexto histórico, social, político e econômico, sob visão crítica, visando à instrumentalização para assistência, gerência, educação e pesquisa em Enfermagem com vistas à melhoria da qualidade de vida que lhes dê subsídios para: planejar, executar e avaliar ações de Enfermagem (propedêuticas, terapêuticas, administrativas e educativas), com domínio dos métodos clínico e epidemiológico; atuar no gerenciamento de saúde; atuar na supervisão e educação da equipe de enfermagem, visando sua capacitação e qualificação técnica, assim como a segurança pessoal dos profissionais; atuar na investigação científica e criação de novos conhecimentos; atuar como educador, em particular no nível médio, no nível de formação de auxiliares e técnicos de enfermagem.

Áreas de atuação: O enfermeiro deverá possuir competências técnico-científica e política que lhe confira capacidade profissional para inserção no mercado de trabalho. Considerando as demandas e necessidades prevalecentes e prioritárias da população, conforme o quadro epidemiológico do país/região onde irá atuar, poderá desenvolver atividades como profissional liberal (clínico de enfermagem), docente (cursos de graduação em Enfermagem e escolas de técnico e auxiliar de Enfermagem), pesquisador (em órgãos e institutos de pesquisa na área de saúde e nas universidades), assistencial (hospitais, UTIs, maternidades e unidades de redes básicas de saúde) e administrativa (gerência de instituições e unidades de saúde).

Duração: 8 semestres
Vagas: 15 (diurno – 1º semestre); 15 (diurno – 2º semestre)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 7.082 de 04/12/1997, publicado no D. O. E. em 05/12/1997.

• Engenharia Civil – Bacharelado

Objetivos: Oferecer sólida formação técnico-científica e profissional geral em Engenharia Civil, de modo a que seja possível ao egresso atuar em diferentes áreas profissionais, em especial na área de projetos, consultoria e execução de estruturas civis e estruturas de modo geral, além de permitir o desenvolvimento de atividades de planejamento, controle e gerenciamento de empreendimentos da indústria da construção. O curso está organizado com ênfases em Materiais, Água, Meio Ambiente, Energia, Estruturas e Gestão da Construção, adotando metodologia focada na resolução de problemas, vivência de situações práticas durante o aprendizado, em temas interdisciplinares a partir da elaboração de projetos integrados com ferramentas computacionais, e experimentais, que permitam uma visão mais abrangente dos projetos e suas interferências, intensificando a formação humanística do futuro engenheiro, com vistas na responsabilidade sócio-ambiental, e voltada para o crescimento e fortalecimento do país, sobretudo, da região Sul da Bahia.

Áreas de atuação: Com sólida formação básica em Ciências Exatas e nas disciplinas que se constituem como ferramenta para a aplicação destes conhecimentos, o Curso de Engenharia Civil habilita o profissional formado para a realização de projetos, desde a sua concepção, passando pelo planejamento e execução, com gerenciamento e acompanhamento dos processos de produção na indústria da construção civil, durante e após o fim das obras, com a manutenção e operação das construções, além de permitir o desenvolvimento e aperfeiçoamento das técnicas construtivas, com base em processos sustentáveis. Possíveis áreas de atuação: a Construção Civil,com a gestão da construção, econômica e financeira, planejamento urbano e regional, técnicas de edificação, consultorias, avaliação e diagnóstico de patologia e recuperação das construções, instalações, equipamentos e componentes; na área de Estruturas, a caracterização e desenvolvimento dos materiais de construção, análise estrutural e detalhamento em concreto armado, aço, e madeira, e de outros materiais, em sistemas de edificações, torres, pontes e coberturas, e estruturas especiais pré-moldados e/ou pretendidas; em Geotecnia, a mecânica dos solos e das rochas, sondagem, fundações, obras de terra e contenções, túneis, poços e taludes; em Transportes, ainfra-estrutura viária, rodovias, ferrovias, metrovias, aerovias, hidrovias, terminais modais e multimodais, operação, tráfego e serviços de transporte; em Hidrotecnia, hidráulica e hidrologia aplicadas, regularização de vazões e controle de enchentes, obras hidráulicas fluviais e marítimas, captação e adução de água para abastecimento doméstico e industrial, barragens e diques, sistemas de drenagem e irrigação, sistemas de saneamento e esgotamento sanitário, vias navegáveis, portos, rios e canais.

Duração: 10semestres
Vagas: 20 (diurno – com entrada no  semestre a ser informado posteriormente)
Curso autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 56/2010, de 4 de agosto de 2010 e publicado no D. O. E. em 06/08/2010.

• Engenharia de Produção – Bacharelado

Objetivos: O curso pretende formar profissionais empreendedores, comprometidos com a valorização do ente humano e com o avanço tecnológico produtivo, consciente das mudanças estruturais induzidas pela globalização, do caráter efêmero dessas mudanças na sociedade humana, sem negligenciar forte compromisso industrial, dotado de uma formação de base científica e tecnológica. Aliada à formação profissional específica, o Curso deverá proporcionar ao futuro engenheiro de produção uma formação fundamental, assegurando a perfeita integração deste profissional dentro do sistema “Ambiente-Tecnologia-Organização”.

Áreas de atuação: O Engenheiro de Produção reúne competências para exercer suas atividades nos mais diversos sistemas de produção, em empresas e em instituições e na administração pública em geral, com uma visão global. Está capacitado para identificar e solucionar problemas práticos, com senso de ética e capacidade de articulação. São atribuições deste profissional a “organização e otimização de linhas de produção, em indústrias, comércio e atividades de transportes; serviços bancários, hospitalares e de empresas de comunicação; planejamento e controle em órgãos governamentais. Compete ao mesmo, basicamente, a função de elevar a eficiência e a eficácia de sistemas complexos de produção”, tendo a marca do empreendedorismo, com capacidade de trabalho em equipe, iniciativa e senso prático na solução de problemas em unidades produtivas.

Duração: 10semestres
Vagas: 15 (diurno – 1º semestre); 15 (diurno – 2º semestre)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 12.967 de 22/06/2011, publicado no D. O. E. em 23/06/2011.

• Engenharia Elétrica – Bacharelado

Objetivos: O curso de Engenharia Elétricatem por missão formar profissionais de nível superior com o título de Engenheiro Eletricista, com capacidade para o desempenho profissional, técnico e científico e a atuação como agente social, comprometidos com o desenvolvimento sustentável e a contínua melhoria da qualidade de vida do cidadão.

Áreas de atuação: O curso tem como objetivo dar formação generalista plenaaos profissionais, habilitando-os a atuarem nas subáreas de conhecimento da Engenharia Elétrica, com destacada competência para aplicação de métodos e técnicas de automatização de processos produtivos, instalações elétricas e planejamento de sistemas elétricos de potência. A abrangência do currículo habilitará o egresso a atuar nas esferas de projeto, consultoria e execução, desenvolvendo atividades de planejamento e administração de empreendimentos do setor elétrico em qualquer parte do país, ou prosseguindo seus estudos em nível de pós-graduação.

Duração: 10semestres
Vagas: 20 (diurno – com entrada no  semestre a ser informado posteriormente)
Curso autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 55/2010, de 3 de agosto de 2010 e publicado no D. O. E. em 05/08/2010.

• Engenharia Mecânica – Bacharelado

Objetivos: Oferecer aos egressos do Curso de Engenharia Mecânica da UESC formação plena para que possam atuar em diferentes áreas profissionais, em especial na área de especificação e desenvolvimento de materiais e processos de fabricação, projetos e serviços, gestão, manutenção e otimização da produção, desenvolvimento e utilização de fontes de energia e materiais que visem a preservação do meio ambiente e voltados para o crescimento e fortalecimento do país, sobretudo, da região Sul da Bahia.

Áreas de atuação: Com sólida formação profissional geral em Materiais e Processos de Fabricação e com uma formação profissional específica, com interfaces para outras áreas da Engenharia Mecânica, o futuro engenheiro estará apto a coordenar e gerenciar equipes e empreendimentos; planejar, conceber, analisar, projetar, gerenciar, produzir, otimizar e operar máquinas, equipamentos e estruturas metálicas, sistemas eletromecânicos de fabricação e movimentação, sistemas de geração, conservação e utilização de energias, planejar e minimizar impactos ambientais de processos e produtos e pesquisar e desenvolver de novos materiais e processos.

Duração: 10semestres                            
Vagas: 20 (diurno – com entrada no  semestre a ser informado posteriormente)
Curso autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 54/2010, de 30 de julho de 2010 e publicado no D. O. E. em 04/08/2010.

• Engenharia Química – Bacharelado

Objetivos: O objetivo do curso de Engenharia Química da UESC é capacitar profissionais para conceber, projetar, construir e operar instalações de indústrias químicas, tais como as de petróleo, papel e celulose, alimentos, combustíveis, entre outras. Além disso, o curso de Engenharia Química forma profissionais habilitados à área de gerência, voltados para o crescimento e fortalecimento do país, sobretudo, da região Sul da Bahia. Também visa intensificar a formação humanística do futuro Engenheiro, com vistas na responsabilidade sócio-ambiental.

Áreas de atuação: O Engenheiro Químico reúne competências para exercer suas atividades nos mais diversos setores da indústria química, em empresas e em instituições e na administração pública em geral. Está capacitado para identificar e solucionar problemas práticos, com senso de ética e capacidade de articulação. São atribuições deste profissional desde o projeto até a otimização de linhas de produção, formulações e desenvolvimento de produtos, controle de qualidade e o desenvolvimento de pesquisas tecnológicas mais eficientes e menos poluidoras.

Duração: 10semestres                            
Vagas: 20 (diurno – com entrada no  semestre a ser informado posteriormente)
Curso autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 57/2010, de 5 de agosto de 2010 e publicado no D. O. E. em 05/08/2010.

• Filosofia – Licenciatura

Objetivos: O licenciado em Filosofia está qualificado para exercer trabalho educacional, em todas as suas dimensões, junto às instituições de ensino. A ênfase dada, no curso, à história da filosofia tem por objetivo capacitar o aluno para a compreensão e a transmissão dos principais temas, problemas, sistemas filosóficos, assim como para a análise e reflexão crítica da realidade social. O estudo da História da Filosofia constitui o mecanismo por meio do qual se pode perceber a relevância de determinados temas e, desse modo, indicar a atualidade dos mesmos (conhecimento, ética, política, lógica, metafísica, entre outros). Tal estudo não se esgota, assim, em sua história, mas no sentido que ela assume ao serem considerados os problemas que nela encontramos, os quais podem e devem ser repensados. Nessa perspectiva, o estudo da filosofia alinha-se com uma proposta educacional preocupada com a formação de um profissional voltado para o ensino. Entretanto, ainda que a docência seja tomada como finalidade central, ela não pode, em virtude de seu próprio exercício, ser dissociada da pesquisa. É precisamente esta última que fornece os elementos fundamentais para uma docência consequente e verdadeiramente reflexiva. Através da pesquisa, o professor pode pensar, com maior profundidade, os temas emergentes, quer utilizando a história do pensamento como pano de fundo, quer indicando por meio dela o valor de soluções filosóficas anteriormente construídas.

Áreas de atuação: Docência na Educação Básica

Duração:
8 semestres
Vagas: 15 (noturno – 1º semestre); 15 (vespertino – 2º semestre)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 63.737 de 06/12/1968, publicado no D. O. U. em 10/12/1968.

• Física – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais com capacidade de resolver problemas, que possam ter uma atuação múltipla. Como disse Galileu Galilei: “o livro da natureza está escrito em linguagem matemática”. Assim, o profissional em Física tem uma formação matemática de alto nível, entretanto é no laboratório que o físico se realiza. É no laboratório que são investigados os fenômenos de interesse básico ou tecnológico, teórico ou aplicado, que conduzem a novos conhecimentos e a novas áreas de atuação na sociedade. Em resumo, o físico bacharel é orientado para desenvolver um raciocínio rigoroso de análise, aprender a resolver problemas, formulando hipóteses e testando-as para chegar a conclusões.

Áreas de atuação: Numa sociedade tecnológica, como a nossa, a Física é importante em várias áreas: 1) ciências da saúde e medicina – ressonância magnética, radioterapias, aplicações a laser etc; 2) ciências da terra e do espaço – oceanografia, geofísica, astronomia, astrofísica, tecnologia espacial etc; 3) engenharias – eletrônica, biomédica, robótica, aeronáutica, naval, química, ambiental etc; 4) ciências do ambiente – controle de poluição e ruído, proteção contra radiação etc. Um físico pode atuar ainda em áreas como as de educação, pesquisa e desenvolvimento, computação, comunicações, consultorias, áreas não tecnológicas, marketing e várias outras.

Duração: 8 semestres
Vagas: 10 (diurno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 8.966 de 02/03/2004, publicado no D. O. E. em 03/03/2004.

• Física – Licenciatura

Objetivos: O curso de Licenciatura em Física tem por objetivo maior a formação de professores aptos a atuar no ensino de Física nos níveis fundamental e médio. Entretanto, este profissional também pode seguir carreira como pesquisador e dar sequência a seus estudos em nível de pós-graduação, em áreas de Educação e/ou em Ensino de Física.

Áreas de atuação: Exercício do magistério nos níveis fundamental e médio, promovendo a implantação de novas metodologias e técnicas inovadoras no ensino de Física. Como pesquisador, este profissional será levado a refletir sobre a tarefa do exercício da docência nas áreas de ciências, em particular a Física, para gerar novos conhecimentos, que venham a ser incorporados no Ensino Fundamental, médio ou superior, que repercutam na formação de professores.

Duração: 8 semestres
Vagas: 10 (noturno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 7.530 de 18/02/1999, publicado no D. O. E. em 19/02/1999, consoante Parecer CEE Nº 113/1998.

• Geografia – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais capazes de entender a complexidade das relações entre sociedade e meio ambiente e aptos a atuar em setores profissionais produtivos, para intervir de modo a garantir a sustentabilidade sócio-econômica, ambiental e cultural em diferentes escalas geográficas, bem como suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional, possibilitando a correspondente concretização e integração dos conhecimentos que vão sendo adquiridos numa estrutura intelectual sistematizadora do conhecimento.

Áreas de atuação: Segundo o artigo 4º da Lei 6.664 de 26 de junho de 1979 que disciplina a profissão de geógrafo, as atividades por ele desenvolvidas, sejam as de investigação puramente científica, sejam as destinadas ao planejamento e implantação da política social, econômica e administrativa de órgãos públicos ou às iniciativas de natureza privada, se exercem através de:
I – órgãos e serviços permanentes de pesquisas e estudos, integrantes de entidades científicas, culturais, econômicas ou administrativas;
II – prestação de serviços ajustados para a realização de determinado estudo ou pesquisa, de interesse de instituições públicas ou particulares, inclusive perícia e arbitramentos;
III – prestação de serviços de caráter permanente, sob a forma de consultoria ou assessoria, junto a organizações públicas ou privadas.

Duração: 8 semestres
Vagas: 20 (matutino)
Curso Autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 48 de 29/07/2008 e publicado no D.O.U. de 31/07/2008.

• Geografia – Licenciatura

Objetivos: Formar profissionais educadores/pesquisadores na área de Geografia, permitindo o seu desenvolvimento intelectual, criativo e autônomo nos aspectos sócio-pedagógicos, capazes de promover a elaboração e articulação dos conhecimentos teóricos e instrumentais, numa prática educativa transformadora, e de capacitá-los para a gestão ambiental, cônscios do seu papel de sujeito na construção de uma sociedade fundamentada na justiça social.

Áreas de atuação: Profissional com formação teórico-científica e pedagógica capaz de habilitá-lo a ensinar e a atuar na organização, execução e apresentação de planos de pesquisa, de investigação científica e/ou teórica no ensino da Geografia.

Duração: 9 semestres
Vagas: 20 (noturno)
Curso Reconhecido pela Portaria Nº 706 de 16/06/1997, publicada no D. O. U. em 17/06/1997.

• História – Licenciatura

Objetivos: Formar profissionais capazes de atuar nos campos de ensino, pesquisa e extensão, atentos aos debates historiográficos contemporâneos. Formar profissionais competentes para o exercício da docência no âmbito da educação básica, levando-se em consideração a capacidade de fazer análises críticas dos programas oficiais presentes no currículo escolar. Contribuir para a formação de profissionais comprometidos com a mediação do conhecimento produzido na academia e aquele que é verificado na comunidade escolar. Formar profissionais aptos a produzir conhecimentos integrados com as conjunturas mais amplas, sem perder a perspectiva da cultura brasileira e dos contextos específicos da cultura regional.

Áreas de atuação: Educação Básica (segmentos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio); atividades de pesquisa na área de História e Ciências Humanas, em arquivos, museus, projetos de assessoria cultural e outros.

Duração:
8 semestres (matutino); 9 semestres (noturno)
Vagas: 15 (matutino – 1º semestre); 15 (noturno – 2º semestre)
Curso Reconhecido pela Portaria Nº 706 de 16/06/1997, publicado no D. O. U. em 17/06/1997.

• Letras – Licenciatura

Objetivos: Diante das exigências contemporâneas em relação a um profissional de ensino com uma formação consistente, que possua cultura geral, que tenha flexibilidade em áreas afins, seja criativo, dinâmico e que esteja em constante evolução, o curso de Letras tem como objetivo formar profissionais para exercer a docência no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio, ao tempo em que prepara o graduado para atuar no mundo moderno, assegurando-lhe uma cultura científica com base nas ciências humanas e sociais, bem como habilitar o educador a realizar atividades de pesquisa e extensão em línguas – materna e estrangeira (Inglês, Espanhol e Francês) e suas literaturas.

Áreas de atuação: O Curso de Letras forma educadores para atuar em contextos institucionais escolares e contextos diferenciados, nas áreas de estudos linguísticos e estudos literários em língua materna e, ainda, em língua estrangeira moderna (Inglês, Espanhol e Francês).

Duração:
9 semestres
Vagas: 25 (diurno); 15 (noturno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 63.737 de 06/12/1968, publicado no D. O. U. em 10/12/1968.

• Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais  Bacharelado

Objetivos: Desenvolver competências para o exercício profissional no âmbito das negociações internacionais, através do uso de três línguas estrangeiras: Espanhol, Francês e Inglês. Em termos mais específicos, o curso objetiva: proporcionar conhecimento aprofundado de três línguas estrangeiras e suas respectivas culturas, possibilitando ao egresso o exercício de atividades de tradução, interpretação, redação e as diversas formas de comunicação, escrita e oral, direcionadas às negociações internacionais nos diversos setores; proporcionar conhecimento abrangente, flexível, diversificado e atualizado do mundo das organizações, a fim de que o profissional adquira competências para a comunicação, o assessoramento, a mediação e a coordenação nas negociações internacionais, contribuindo com as instâncias de decisão das organizações e o desenvolvimento das ações propostas.

Áreas de atuação: Empresas com atuação internacional, organizações mundiais e organizações não governamentais (ONGs) de caráter multinacional e/ou internacional, escritórios de consultoria e assessoria de âmbito internacional, órgãos governamentais/embaixadas.

Duração:
9 semestres
Vagas: 15 (vespertino)
Curso Autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 11/2002, publicado no D. O. E.  em 20/08/2002.
 
• Matemática – Bacharelado
 
Objetivos: Promover a formação do cidadão, capacitando-o para o exercício profissional, de forma que possa intervir nas organizações públicas ou privadas, por meio da produção, aplicação e aperfeiçoamento do seu conhecimento. Formar profissionais capazes de identificar problemas que admitam soluções através de modelos matemáticos. Saber contextualizar esse conhecimento para aplicações, tanto dentro da própria Matemática como na sua interseção com outras áreas, tais como: Física, Química, Astronomia, Biologia, Estatística, Informática, Economia, Engenharia e Ciências Sociais.

Áreas de atuação: O Matemático está preparado para prosseguir, buscando acumular o conhecimento e a experiência necessários para contribuir com a pesquisa em áreas da Matemática Pura ou Aplicada. Dentre as áreas de pesquisa em Matemática Pura temos: Análise, Sistemas Dinâmicos, Topologia, Geometria Diferencial, Teoria dos Números – esta com importantes aplicações nos mecanismos de codificação e decodificação de informações utilizadas, como, por exemplo, em bancos e Internet. Em cada ramo da Matemática Aplicada temos também um vasto universo de possibilidades. Esses ramos surgem naturalmente da interseção da Matemática com outras áreas do conhecimento.
Finalmente, além de fazer pesquisa, o matemático também tem lugar no mercado em seguradoras, bancos, indústrias etc., onde a sua capacidade de perceber, formular e resolver problemas pode ser amplamente aproveitada para o planejamento de estratégias viáveis para otimizar resultados.

Duração: 8 semestres
Vagas: 15 (diurno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 9.524, de 23/08/2005, publicado no D. O. E. em 24/08/2005, consoante Parecer CEE Nº 176/2005.

• Matemática – Licenciatura

Objetivos: O curso de Licenciatura em Matemática visa preparar o profissional que pretende dedicar-se ao ensino de Matemática para atuar na Educação Básica. Além de proporcionar essa formação, o graduando poderá continuar os seus estudos em nível de pós-graduação lato estricto sensu, em Matemática, Educação Matemática ou área afins, o que lhe permitirá atuar também no magistério superior, bem como contribuir com ações de melhoria em sua prática pedagógica no Ensino Fundamental e no médio.

Áreas de atuação: Exercício do magistério nos níveis fundamental, médio e, depois da pós-graduação, no nível superior, promovendo a implantação de métodos e técnicas inovadoras no ensino da Matemática.

Duração: 9 semestres
Vagas: 20 (noturno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 7.530 de 18/02/1999, publicado no D. O. E. em 19/02/1999, consoante Parecer CEE Nº 113/1998.

• Medicina – Bacharelado

Objetivos: Graduar médicos com formação geral, capazes de resolver os principais problemas de saúde da população, com visão ética, humanística e compromisso social.

Áreas de atuação: O curso capacita o profissional a exercer a medicina com postura ética e visão humanística para o paciente, sua família e comunidade, observando aspectos sociais, culturais, psicológicos e econômicos relevantes do contexto, baseados nos princípios da bioética e utilizando procedimentos diagnósticos e terapêuticos validados cientificamente. Propicia o domínio dos conhecimentos de fisiopatologia, procedimentos diagnósticos e terapêuticos necessários à prevenção, tratamento e reabilitação das doenças de maior prevalência epidemiológica e aspectos da saúde ao longo do ciclo biológico; saúde individual da família e da comunidade; doenças crônico-degenerativas; causas externas de morbi-mortalidade; doenças mentais e psicossociais; doenças infecciosas e parasitárias; doenças nutricionais; doenças ocupacionais, ambientais e iatrogênicas. O curso propicia, também, o aprofundamento necessário a possíveis especializações, conforme aptidões individuais.

Duração: 6 anos
Vagas: 20 (diurno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 10.200, de 28/12/2006, publicado no D. O. E. em 29/12/2006, consoante Parecer CEE Nº 457/2006.

• Medicina Veterinária – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais habilitados a exercer a Medicina Veterinária nas áreas de clínica e cirurgia de pequenos e grandes animais, reprodução, produção animal, inspeção de alimentos, controle de zoonoses, pesquisa e extensão rural e assistência a quaisquer estabelecimentos que produzam e/ou comercializem produtos de origem animal ou para uso em animais, além de qualquer espécie de estabelecimento onde sejam mantidos animais.

Áreas de atuação: O Médico Veterinário atua no exercício da clínica de animais (pequenos e grandes) domésticos e selvagens; na defesa sanitária, na inspeção de produtos de origem animal, na responsabilidade técnica de indústrias e/ou casas que detenham produtos utilizados por animais (alimentos e/ou medicamentos); no controle de zoonoses, assistência e orientação técnica a propriedades rurais, na docência e na pesquisa.

Duração: 10 semestres
Vagas: 25 (diurno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 8.521 de 13/05/2003, publicado no D. O. E. em 14/05/2003.

• Pedagogia – Licenciatura

Objetivos: Formar profissionais dentro do campo teórico-investigativo da educação, do ensino e do trabalho pedagógico que se realiza na práxis social. O pedagogo pode atuar  na docência, na organização e gestão de sistemas, unidades, projetos e experiências educativas e na produção e difusão do conhecimento científico e tecnológico do campo educacional em contextos escolares e não-escolares. Neste curso de Licenciatura Plena, é construída a identidade do pedagogo como profissional inovador e criativo na sua atuação, capaz de analisar, compreender e lidar com as mudanças da e na vida social e suas implicações no sistema educacional, na escola e em instituições afins que desenvolvam atividades educacionais.

Áreas de atuação: Compõem o campo de atuação do Pedagogo as seguintes áreas que se articulam ao longo do curso: a) docência na educação infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental e nas disciplinas pedagógicas para a formação de professores, em instituições públicas ou privadas, e outras áreas emergentes no campo sócio-educacional; b) gestão educacional, integrando as diversas atuações e funções do trabalho pedagógico e dos processos educativos, especialmente no que se refere ao planejamento, à administração, à coordenação, ao acompanhamento, à supervisão, à orientação educacional e à avaliação em contextos escolares e não-escolares, e nos sistemas de ensino, e ao estudo e participação na formulação, implementação e avaliação de políticas públicas na área de educação; c) produção e difusão do conhecimento do campo educacional.

Duração: 8 semestres
Vagas: 20 (matutino); 20 (noturno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 63.737 de 06/12/1968, publicado no D. O. U. em 10/12/1968.

• Química – Bacharelado

Objetivos: Formar profissionais na área de conhecimento da Química, aptos para a inserção em setores profissionais produtivos, para a participação no desenvolvimento da sociedade brasileira.

Áreas de atuação: Supervisão da fabricação de produtos para o mercado consumidor doméstico, de insumos agrícolas, insumos industriais, matérias-primas para outras indústrias. Controle de qualidade de matérias-primas e produtos.Tratamento de efluentes industriais, visando a proteção do meio ambiente e o reaproveitamento de subprodutos.
Desenvolver pesquisa tecnológica, visando ao desenvolvimento de know-how para o setor produtivo. Vale destacar o desenvolvimento de novos materiais e processos industriais, visando aumentar a eficiência e reduzir os custos de fabricação de produtos.O Químico pode dedicar-se à pesquisa acadêmica, que é a pesquisa realizada principalmente nas universidades, e visa a ampliação do conhecimento, estando frequentemente associada ao Ensino Superior, especialmente, à Pós-graduação. Outro segmento de atuação do bacharel consiste na atuação em laboratórios de análises.

Duração: 8 semestres
Vagas: 15 (diurno)
Curso Autorizado pela Resolução CONSEPE Nº 26/2008 de 06/06/2008, publicado no D. O. U. em 10/06/2008.

• Química – Licenciatura

Objetivos: Formar professores para atuarem na Educação Básica (na última série do Ensino Fundamental e no Ensino Médio), e também no magistério superior após a conclusão de curso de pós-graduação.

Áreas de atuação: O licenciado em Química deverá ter formação generalista, porém sólida e abrangente, que lhe permita uma visão mais ampla da importância desses conteúdos no contexto geral da Química, de áreas afins, bem como no contexto da sala de aula. Além disso, deve estar preparado para desenvolver habilidades e competências didático-pedagógicas inerentes ao conhecimento da Química teórica e experimental, podendo atuar como educador nos ensinos fundamental e médio. O graduando também poderá aprofundar seus conhecimentos, a fim de poder dar continuidade aos estudos em nível de pós-graduação lato sensu e stricto sensu, o que lhe permitirá ingressar também no magistério superior.

Duração: 8 semestres
Vagas: 15 (diurno)
Curso Reconhecido pelo Decreto Nº 7.530 de 18/02/1999, publicado no D. O. E. em 19/02/1999, consoante Parecer CEE Nº 113/1998.

 

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, km 16, Bairro Salobrinho
CEP 45662-900. Ilhéus-Bahia
wmaster